(11) 2858-6805 - contato@moringadapaz.com 

Rua Tapajos, 187 - Luz - São Paulo - SP

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Faça seu cadastro na nossa newsletter

Fotos:   Fausto Roim

Biodiversidade: você sabe o que é?

Celebrado hoje, o dia da diversidade biológica promove conscientização e reflexão sobre a importância do ecossistema e de mudanças de hábito 

Por Larissa Carvalho - Moringa da Paz

 Imagem: Freepik

 

Hoje, 22, é comemorado o Dia internacional da Biodiversidade. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o intuito de conscientizar a população mundial sobre a importância da diversidade biológica e da necessidade de protegê-la em todos os ecossistemas do planeta.

 

A biodiversidade ou diversidade biológica pode ser entendida como a variabilidade entre os seres vivos de todas as origens, seja terrestre ou marinha. O termo é usado para se referir tanto ao número de organismos existentes quanto à variedade genética e de funções ecológicas desempenhadas pelas diferentes espécies.

 

O Brasil detém a maior biodiversidade de flora – conjunto táxons de plantas características de uma região; e fauna – termo coletivo para a vida animal de uma determinada região ou de um período; do planeta. São mais de 103.870 espécies animais e 43.020 espécies vegetais. Essa enorme variedade de animais, plantas, micro-organismos e ecossistemas deve-se, entre outros fatores, à extensão territorial e aos diversos climas do país.

 

Por mais que o Brasil possua a maior biodiversidade do planeta, há um risco muito grande em perdermos esse status. Na Floresta Amazônica, por exemplo, nos estados do Acre, Rondônia, Sul do Pará e norte do Mato Grosso, existe uma imensa preocupação com a substituição da vegetação natural pelo desmatamento e queimadas, o que eleva o risco de desaparecimento de espécies da mata atlântica dessas regiões.

 

As atividades humanas que interferem nas condições naturais do meio ambiente variam muito, podemos citar: introdução de espécies exóticas, destruição e fracionamento de habitats através do desmatamento e das queimadas, uso excessivo de recursos naturais, exploração excessiva de espécies animais e vegetais, poluição da água, do solo e da atmosfera, entre inúmeras outras que contribuem para o desequilíbrio ecológico de forma geral.

 

A extinção de organismos nos traz inúmeras desvantagens, algo que muita gente parece não saber. Direta ou indiretamente os microrganismos, plantas e animais contribuem para a manutenção da composição dos gases da atmosfera e as variações que essas composições sofrem -  como o aumento de dióxido de carbono, de óxidos de nitrogênio e de metano -  podem levar a mudanças climáticas que interferirão diretamente nas atividades agrícolas, já que é o ambiente que determina a ocorrência ou não de doenças e pragas.

 

Também podemos falar dos insetos, que são os responsáveis pela polinização de certas culturas. A extinção deles influenciaria diretamente as safras dependentes. Além disso, o uso de pesticidas no controle de pragas pode acarretar o extermínio de inimigos naturais que são os responsáveis por conter as pragas de um ecossistema.

 

Diante desses exemplos, podemos observar a importância que cada organismo do sistema biológico tem para a civilização.

 

A Moringa da Paz respeita toda a vida no planeta. Sempre pensamos em fazer nosso trabalho da forma mais ética e ecológica possível. Acreditamos que podemos viver em um mundo melhor sem a exploração de animais e com respeito aos recursos naturais. Por isso, pregamos o veganismo, que visa um estilo de vida mais consciente em todas as formas de expressão.

 

Para as próximas gerações, queremos deixar um mundo mais verde, com amor, união e respeito. Dia após dia lutamos para isso e para que as futuras gerações possam respirar e se alimentar melhor. Não podemos esperar pelo amanhã para agir ou mudar atitudes e visões. O futuro já começou há muito tempo.

Compartilhe no Facebook
Please reload