(11) 2858-6805 - contato@moringadapaz.com 

Rua Tapajos, 187 - Luz - São Paulo - SP

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Faça seu cadastro na nossa newsletter

Fotos:   Fausto Roim

Moringa da Paz e Novembro Azul

Neste mês de conscientização sobre a saúde masculina e câncer de próstata, a Moringa da Paz não pode esquecer de dar seu recado aos homens

 

Por Paloma Amorim - Moringa da Paz

Você já ouviu falar no Novembro Azul? Trata-se de uma campanha que visa conscientizar os homens sobre a importância de cuidarem da própria saúde, com foco na prevenção ao câncer de próstata. Além da cor azul característica, muitos homens também deixam o bigode crescer durante o mês (que ficou conhecido em alguns países como “movember”, uma mistura das palavras moustache e november). A ideia é que o novo visual simbolize a mudança da forma como os homens veem os cuidados com a própria saúde.

 

O principal objetivo da campanha é incentivar homens a partir dos 40 anos a fazerem o exame de toque retal para prevenir a doença ou descobrirem um possível diagnóstico de maneira precoce, de modo a aumentar as chances de cura, que podem ultrapassar os 90% se diagnosticado na fase inicial.

 

Infelizmente, o preconceito ainda é um dos principais obstáculos a serem superados. Estima-se que apenas 32% dos homens fazer exame de toque. Em contrapartida, quase metade dos homens com câncer de próstata em estágio avançado (47%) desconhecem que tenham a doença.

 

Por tudo isso é que se faz tão necessário informar a população sobre as principais doenças que acometem a população masculina, como o câncer de próstata, destacando as formas de detectá-la antecipadamente e ajudando a tirar o estigma dos exames que ajudam nas rotinas de check-up médico, como o famigerado toque retal.

 

A Moringa da Paz, tendo como uma de suas missões proporcionar qualidade de vida e ajudar as pessoas na terra, não ficaria de fora dessa grande campanha. Neste mês de conscientização em torno do câncer de próstata e como forma de contribuirmos à causa, preparamos um material especial contendo algumas informações sobre o tema, principalmente em relação ao diagnóstico precoce, sintomas e formas de prevenção.

 

 

Câncer de próstata: ocorrências, diagnóstico e formas de tratamento

 

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele) e o segundo que mais mata homens  no Brasil (atrás somente do de pulmão). Estima-se que um a cada seis homens terá câncer de próstata no decorrer da vida e a previsão é de que, em 2018, surjam cerca de 68 mil novos casos, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

 

A partir dos 50 anos, todo homem deve se consultar anualmente com o urologista (médico que trata do trato urinário e sistema reprodutor masculinos). Mas aqueles que têm casos de câncer de próstata na família (pai, irmãos ou tios) precisam procurar atendimento aos 45 anos, por fazerem parte do grupo de risco, assim como os negros, que, segundo estudos, são propensos a desenvolver esse tipo de câncer mais cedo.

 

O diagnóstico só é possível por meio de dois exames: o antígeno prostático específico (PSA), que permite rastrear e definir a sequência ideal de tratamento nos pacientes com neoplasia de próstata avançada, e o ainda temido exame de toque retal: um exame rápido - que dura segundos -  praticamente indolor e que não afeta em nada a masculinidade do homem. Os dois exames juntos (toque e PSA) conseguem diagnosticar 80% dos casos.

 

Por mais que ainda haja um estigma em torno do exame de toque, cada vez mais ele vem sendo procurado e aceito pelos homens, graças à extensa divulgação e conscientização desde o início da campanha Novembro Azul. Uma pesquisa da USP demonstrou que enquanto cerca de 40% dos indivíduos tinham a opinião de que o toque retal não era ‘aceitável’ antes de realizar o procedimento, após o exame, a proporção caiu para 10% no Brasil.

 

Vale destacar também que, em sua fase inicial, o câncer de próstata tem evolução silenciosa e não apresenta sintomas alarmantes. Quando algum deles vêm à tona, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada.  São eles:

 

•             Vontade constante de urinar;

•             Dores ao urinar;

•             Presença de sangue na urina e/ou no sêmen;

•             Dores ósseas.

 

Por tudo isso é importante ir frequentemente ao urologista para diagnosticar a doença no começo. Sem falar que as chances de cura estão diretamente relacionadas ao estágio em que a doença foi diagnosticada. Quanto mais cedo, maior a possibilidade de remover completamente todas as células do câncer do corpo.

 

Isso pode ser conseguido através da cirurgia para remoção completa da próstata, a prostatectomia radical, ou mesmo a radioterapia. Em situações especiais, pode ser usada de forma combinada cirurgia e radioterapia, assim como o uso de bloqueadores de testosterona por 6 meses a 3 anos.

 

Moringa da Paz e Câncer de Próstata:

 

Quando falamos em prevenção, é necessário destacarmos os fatores externos de risco que devem ser evitados, como obesidade, sedentarismo e alimentação inadequada. Para isso, há medidas que são facilmente aplicáveis, que incluem mudanças de hábitos no dia a dia, como a prática de atividades físicas e uma alimentação rica, à base de vegetais e com pouca gordura. Os produtos Moringa da Paz - veganos, orgânicos e sem glúten - podem ter um papel importante nisso, graças ao seu valor nutricional e às suas propriedade anticancerígenas.

 

A Moringa oleifera, ingrediente base dos produtos Moringa da Paz, por conta de sua variedade de nutrientes, antioxidantes, anti-inflamatórios e aminoácidos essenciais ao corpo humano, está na categoria de superalimento, sendo recomendada por entidades internacionais, como ONU e OMS, além de ser estudada por universidades Brasil a fora.

 

A planta é usada na medicina tradicional há milênios no tratamento de diversas doenças, inclusive  câncer. Ela contém vários minerais importantes, possui um poderoso efeito antioxidante, é rica em fibras e combate diversos tipos de cânceres, por meio de seus importantes fitoquímicos (substâncias antioxidantes que conferem cor aos alimentos e protegem contra doenças) como: fenólicos, flavonoides, alcaloides, vitaminas, glicosídeos, esteróis, minerais e aminoácidos, que inibem o crescimento das células cancerígenas, inclusive as da região da próstata.

 

Estudos já comprovaram que uma quimioterapia que utilize a moringa como fonte vegetal natural é muito mais benéfica ao paciente que as formas convencionais, causando efeitos adversos e toxicidade mínimas para o corpo, além de proporcionar mais qualidade de vida e bem-estar.

 

Para saber mais sobre os produtos Moringa da Paz, acesse: http://www.moringadapaz.com/produtos.

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Please reload